Por aqui vão surgir materiais de interesse para o apoio aos alunos do ensino secundário da Póvoa de Lanhoso, na disciplina de Português
Terça-feira, 23 de Janeiro de 2007
Poema de Fiama Hasse Pais Brandão
Perguntai ao muro
 

Muro, em que meditas,
ao longo da estrada, por estas quintas,
casas, ermos, entre paixões
de alma dos espectros
presentes e vindouros? E os vivos,
porque se escondem
por trás da tua fronte alta,
quieta, seca, que cobiça os astros,
sem saber que o teu corpo
de xisto corre, avança,
mas não pode soltar-se da Terra
e alcançar o Alto?


Fiama Hasse Pais Brandão
As Fábulas
edições quasi


publicado por Manuel Sousa às 12:19
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Entradas recentes

Visualizem a «curta» e co...

A necessidade de reactiva...

Luís Vaz de Camões

MULHER

Porque hoje é dia da MULH...

Se tens dúvidas na conjug...

Conto de Mia Couto

Comenta o vídeo

Poema de Fiama Hasse Pais...

Morreu a poetisa Fiama Ha...

arquivos

Junho 2008

Fevereiro 2008

Maio 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

tags

todas as tags

ligações
contador
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds