Por aqui vão surgir materiais de interesse para o apoio aos alunos do ensino secundário da Póvoa de Lanhoso, na disciplina de Português
Quinta-feira, 8 de Março de 2007
Porque hoje é dia da MULHER
Femininas
Antoniella Devanier

Sombras doces, que escondem vidas
Doces onças, que ferem as grades
Pacatas visões, que encontram ninas
Minhas onças femininas, num harém.

Desferem garras e golpeiam memórias.
Ana Cristina Cesar que revive estórias,
Marias que alimentam filhos livres,
Adélia Prado e suas novas glórias.

Aleluias, minhas meninas-tigres
Meio-onças que revivem lidas
ao lado de seus machos heróis,
em batalhas ocultas e diárias.

Não olvidem dessas sombras doces
Que acompanham tigres ou outras onças.
Apenas, amem a labuta de seus olhos,
são ternas retinas, femininas.



publicado por Manuel Sousa às 09:10
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Entradas recentes

Visualizem a «curta» e co...

A necessidade de reactiva...

Luís Vaz de Camões

MULHER

Porque hoje é dia da MULH...

Se tens dúvidas na conjug...

Conto de Mia Couto

Comenta o vídeo

Poema de Fiama Hasse Pais...

Morreu a poetisa Fiama Ha...

arquivos

Junho 2008

Fevereiro 2008

Maio 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

tags

todas as tags

ligações
contador
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds